A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

A Política de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva adotada no Brasil a partir de 2008, nasceu do movimento mundial pela inclusão. Dessa forma, essa política é constituída como uma ação política, cultural, social e pedagógica, construída com a proposta de que todos os estudantes estejam juntos, sem nenhuma discriminação

A educação inclusiva, única forma que existe hoje no Brasil, é consolidada e fundamentada na concepção dos direitos humanos e indica que todos os estudantes devem estar inseridos em ambientes educacionais inclusivos e com acesso ao conhecimento a partir de suas capacidades, superando a lógica da exclusão.

Nessa nova perspectiva, a organização de escolas e classes especiais passa a ser repensada, implicando uma mudança estrutural e cultural da escola para que todos os alunos tenham suas especificidades atendidas. Assim, nessa perspectiva a Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação Inclusiva, implantada desde 2008, buscou enfatizar todos avanços do conhecimento e das lutas sociais difundidas pela sociedade para a construção de uma educação de qualidade e equalitária para todos os estudantes (BRASIL,2008).

Dentro dessa nova forma de pensar e de garantir a todos os estudantes o direito de frequentar ambientes educacionais inclusivos, convido você a conhecer o curso “Princípios da Educação Inclusiva”, que vai trabalhar de forma mais clara e objetiva toda a proposta desse documento.

Conhecer os documentos oficiais é o primeiro caminho para “não cairmos em armadilhas” e acabarmos promovendo uma falsa inclusão.

Por Silvania Maria da Silva Gil

Mestra em Educação.

Professora, pedagoga, psicopedagoga, especialista em AEE, Atendimento Educacional Especializado e Educação Inclusiva.

Deixe um Comentário